DESTAQUES

Notícias Nacionais

Notícias das Dioceses

Ministérios

Nossa Igreja

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Portugal acolhe Imagem Peregrina de Nossa Senhora das Misericórdias


Nossa Senhora da Misericórdia
 
É uma grande iniciativa inspirada no Jubileu Extraordinário da Misericórdia que vai percorrer as Santas Casas da Misericórdia por todo o país.
Em setembro de 2016 foi oferecida uma réplica desta imagem ao Papa Francisco que numa carta enviada aos colaboradores das Misericórdias Portuguesas pedia que fossem “misericordiosos com quantos vivem e encontram no dia-a-dia”.
Um desafio que começou no distrito de Lisboa por iniciativa do Secretariado Regional da União das Misericórdias Portuguesas.
Ao longo de quase um ano, a imagem passou pelos diversos equipamentos das Santas Casas e foi acolhida no passado dia 20 na igreja das Irmãs Franciscanas Missionárias de Maria, em Lisboa, com uma eucaristia presidida pelo Padre Vítor Melícias, presidente honorário da UMP.
Uma cerimónia acompanhada pelo nosso correspondente em Portugal, Domingos Pinto.
Fonte: Rádio Vaticana


Papa em Santa Marta: abandonar vida dupla, não adiar a conversão

“Não escandalizar os pequeninos com a vida dupla, porque o escândalo destrói”, disse o Papa Francisco na homilia da missa matutina celebrada, nesta quinta-feira (23/02), na Casa Santa Marta.
“Cortar a mão”, “arrancar o olho”, mas “não escandalizar os pequeninos”, ou seja, os justos, “os que confiam no Senhor, que simplesmente crêem no Senhor”.
“Mas o que é o escândalo? O escândalo é dizer uma coisa e fazer outra; é ter vida dupla. Vida dupla em tudo: sou muito católico, vou sempre à missa, pertenço a esta e aquela associação; mas a minha vida não é cristã. Não pago o que é justo aos meus funcionários, exploro as pessoas, faço jogo sujo nos negócios, reciclo dinheiro, vida dupla. Muitos católicos são assim. Eles escandalizam. Quantas vezes ouvimos dizer, nos bairros e outras partes: ‘Ser católico como aquele, melhor ser ateu’. O escândalo é isso. Destrói. Joga você no chão. Isso acontece todos os dias, basta ver os telejornais e ler os jornais. Os jornais noticiam vários escândalos e fazem publicidade de escândalos. Com os escândalos se destrói.”
O Papa citou o exemplo de uma empresa importante que estava à beira da falência. As autoridades queriam evitar uma greve justa, mas que não faria bem e queriam conversar com os chefes da empresa. As pessoas não tinham dinheiro para arcar com as despesas cotidianas, pois não recebiam o salário. O responsável, um católico, estava de férias numa praia no Oriente Médio e as pessoas souberam disso mesmo que a notícia não tenha saído nos jornais. “Estes são escândalos”, disse Francisco:

“No Evangelho, Jesus fala daqueles que escandalizam, sem dizer a palavra escândalo, mas se entende: ‘Você chegará ao Céu, baterá à porta e: Sou eu, Senhor! Não se lembra? Eu ia à Igreja, estava sempre com você, pertencia a tal associação, fazia muitas coisas. Não se lembra de todas as ofertas que eu fiz? Sim, lembro-me! As ofertas! Lembro-me bem: todas sujas, roubadas aos pobres. Não o conheço. Esta será a resposta de Jesus aos escandalosos que fazem vida dupla.”

“A vida dupla provém do seguir as paixões do coração, os pecados mortais que são as feridas do pecado original”, disse o Papa. A Primeira Leitura exorta a não se deixar levar pelas paixões do coração e a não confiar nas riquezas. A não dizer: “Contento-me de mim mesmo”. Francisco convidou a não adir a conversão:
“A todos nós, a cada um de nós, fará bem, hoje, pensar se há algo de vida dupla em nós, de parecer justos. Parecer bons fiéis, bons católicos, mas por baixo fazer outra coisa; se há algo de vida dupla, se há uma confiança excessiva: O Senhor me perdoará tudo. Então, continuo. Ok! Isso não é bom. Irei me converter, mas hoje não! Amanhã. Pensemos nisso. Aproveitemos da Palavra do Senhor e pensemos que o Senhor nisso é muito duro. O escândalo destrói.” (BS/MJ)
Fonte: Rádio Vaticana

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Baixe os materiais e ajude a divulgar o Jubileu de Ouro da RCC


Faltam pouco mais de 100 dias para o evento que vai marcar as celebrações dos 50 anos da RCC no mundo aqui no Brasil. Um grande evento está sendo preparado com a presença daqueles que vivenciaram os primeiros anos da “Corrente de Graça” e todos os carismáticos são convidados a se fazerem presentes.
Para ajudar a mensagem a se espalhar pelo Brasil, contamos com a sua colaboração. Preparamos um kit com diversas imagens que podem ser usadas nas redes sociais, compartilhadas pelo smartphone e preparadas para os eventos e para o Grupo de Oração. Há um arquivo em formato editável, muito útil para os designers de todos os Grupos de Oração do Brasil.
Ajude-nos a divulgar o Jubileu de Ouro da RCC e venha fazer parte deste momento histórico!
Clique aqui para fazer o download.
Para saber mais sobre o evento, acesse www.rccbrasil.org.br/jubileu

Conselho estadual RCC PI se reúne e equipe estadual é homologada

No último final de semana, mesma data em que a Renovação Carismática Católica - RCC, em todo o mundo festejou o Jubileu de Ouro, o Conselho Estadual do Piauí se reuniu  no Centro Pastoral Paulo VI - auditório Dom Sérgio da Rocha, começando na sexta feira, dia 16, na oportunidade aconteceu o repasse do Conselho Nacional bem como a homologação da equipe estadual. motivados pela graça do Jubileu de Ouro, o Conselho viveu um forte momento de unidade e celebração jubilar clamando o Espírito Santo neste tempo novo para o movimento.

Conheça o Conselho estadual e a equipe estadual para o biênio 2017-2018:

Conselho Estadual da RCC Piauí 2017-2018
Presidente do Conselho
Antônia Nilde de Abreu Freitas
Grupo de Oração Jesus é Nossa Vida
Arquidiocese de Teresina

Secretário Geral
Russanderson Oliveira Barbosa
Grupo de Oração Nossa Senhora do Rosário
Diocese de Campo Maior

1ª Secretária
Wanda de Araújo Macêdo Silva
Grupo de Oração Nova Jerusalém
Arquidiocese de Teresina

2ª Secretária
Marlene Maria Barbosa
Grupo de Oração Nova Semente
Arquidiocese de Teresina

1° Tesoureiro
Alex Damasceno Alves
Grupo de Oração Servos do Espirito Santo
Diocese de Floriano

2° Tesoureiro
Jeorge Luis da Silva
Grupo de Oração Imaculado Coração de Maria
Arquidiocese de Teresina

Membro Consultivo (Ex-presidente do Conselho Estadual RCC-PI)
Carlos César Gomes Sales
Grupo de Oração Obra Renascer
Arquidiocese de Teresina

Apoio ao Conselho
Maria do Livramento Sales Cunha
Grupo de Oração Maria Rainha dos Apóstolos
Arquidiocese de Teresina
 Conselho Estadual

Arquidiocese de Teresina
Hedina Lilian Oliveira Marques  
Grupo de Oração N.S. das Graças

Diocese de Oeiras
Francisca Maria de Freitas Sousa
Grupo de Oração Tenda do Senhor

 Diocese de Picos
Verônica Carvalho Feitosa Tavares
Grupo de Oração Jesus te Ama

Diocese de Campo Maior
Maria de Jesus de Brito Mendes
Grupo de Oração Nossa Senhora do Rosário

Diocese de São Raimundo Nonato
Geraldo Lima da Silva
Grupo de Oração Face Nova

Diocese de Floriano
Maria Deusina Oliveira de Souza


Diocese de Bom Jesus
Helga Germana de Sousa Ribeiro
Grupo de Oração Servos do Senhor

Diocese de Parnaíba
Sandro Carvalho Fontenele Coutinho
Grupo de Oração Cristo Rei


Equipe Estadual

Ministério de Música e Artes
Lucivan dos Santos de Assis
Grupo de Oração Jesus é nossa vida
Arquidiocese de Teresina  

Assessor da Dança
Antonio Carlos Neto
Grupo de Oração Turibulo do Senhor
Arquidiocese de Teresina
Ministério Universidades Renovadas
Adriano Santos de Oliveira
Grupo de Oração Universitário Nova Jerusalém/ Grupo de Oração Turibulo do Senhor
Arquidiocese de Teresina

Ministério Fé e Politica
Joselane Soares  Melo  (Joca)
Grupo de Oração Fogo do Céu
Arquidiocese de Teresina

Ministério Jovem
Maria Elikessia Wanny dos Santos
Grupo de Oração Nossa Senhora do Rosário
Diocese de Campo Maior

Ministério de Formação
Maria da Conceição Salomé
Grupo de Oração Menino Jesus de Praga
Arquidiocese de Teresina

Ministério de Pregação
 Irlândia Maria da Rocha
Grupo de Oração Água Viva
Diocese de Picos

Ministério de Intercessão
Marinaldo Vieira de Alencar
Grupo de Oração Deus todo poderoso
Diocese de Campo Maior

Ministério de Comunicação
Rauenna Emanuella Ferreira de Sousa
Grupo de Oração Nova Jerusalém
Diocese de Floriano

 Ministério de Promoção Humana
Maria Araguaci Pereira
Grupo de Oração Nossa Senhora de Lourdes
Arquidiocese de Teresina

Ministério para Crianças
Júlio Rodrigues Lopes da Silva
Grupo de Oração Raio de Luz
Arquidiocese de Teresina

Ministério de Oração por Cura e Libertação
Denise Santos Andrade Araújo
Grupo de Oração O caminho para Jesus
Arquidiocese de Teresina

Comissão de Finanças
Ivonildes Cordeiro de Miranda Ferreira
Grupo de Oração Maná do deserto
Arquidiocese de Teresina

Comissão de Formação para a Liderança
Carlos César Gomes Sales
Grupo de Oração Obra Renascer
Arquidiocese de Teresina

Comissão de Atividades Missionárias
Raimunda Pereira da Silva
Grupo de Oração Obra Renascer
Arquidiocese de Teresina

Comissão de Liturgia
Dalta da Cruz
Grupo de Oração Obra Renascer /Servos do Senhor Caminhando com Maria
Arquidiocese de Teresina

Comissão “Nossa vida em missão”
Estevam Alexandrino da Silva Neto
Grupo de Oração O caminho para Jesus
Arquidiocese de Teresina


 "O Espírito Santo descerá sobre ti". (Lc 1,35) 



quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

RCCBRASIL está representada no retiro de Duquesne


A presidente do Conselho Nacional da RCCBRASIL, Katia Roldi Zavaris, está nos Estados Unidos participando do evento da celebração dos 50 anos do Final de Semana de Duquesne. Junto com ela, estão representando a Renovação Carismática Católica do Brasil Reinaldo Beserra dos Reis e Sérgio Zavaris, ambos membros do Conselho Nacional.
De acordo com Katia Zavaris, a expectativa do evento é haja um novo pentecostes para o mundo. “Será um momento de grande ação de graças a Deus, que pelo derramamento do Seu Espírito Santo fez surgir a RCC na Igreja”, complementa. Ela diz ainda que ao longo desses 50 anos, a RCC tem amadurecido muito e que este é momento de pedir um novo Pentecostes para que haja uma evangelização mais madura e abrangente do que nos primeiros 50 anos.
O evento está dividido em duas partes. Desde ontem, dia 15, está sendo realizado um encontro de líderes do movimento e das novas comunidades. A partir da sexta-feira, 17, será realizado um evento com caráter mais festivo, de louvor e testemunho por esse Jubileu de Ouro.
Katia Roldi Zavaris relata que estão presentes membros da RCC dos Estados Unidos, membros de delegações de língua espanhola, haitianos, filipinos, indianos e africanos. Além da comitiva oficial da RCCBRASIL, há outros brasileiros que estão participando do evento: Monsenhor Jonas Abib, Luzia Santiago e Wellington Jardim, da comunidade Canção Nova; Gilberto Gomes Barbosa, presidente da Frater Internacional e fundador da comunidade Obra de Maria; Fernando Nascimento, da Rede Século 21; e Pe. Eduardo Braga, convidado especial.
O conhecido Fim de Semana de Duquesne, que aconteceu dos dias 17 a 19 de fevereiro de 1967, na casa de retiros A Arca e a Pomba (Pensylvania – EUA), é considerado o marco do início da Renovação Carismática na Igreja Católica. Antes deste evento, havia alguns relatos de experiências do Batismo no Espírito Santo, mas de forma mais individual. O evento que acontece este ano, faz parte dos eventos mundiais oficial que celebram o Jubileu de Ouro da RCC no mundo.

Acompanhe a Festa dos 50 anos em Duquesne
A celebração dos 50 anos será transmitida ao vivo pela internet. Para acompanhar o evento, basta se inscrever no site (http://somethinglikereal.com/thearkandthedove) e você receberá uma notificação por e-mail com o link da transmissão. Ressaltamos que esta transmissão será gerada pela Renovação Carismática dos Estados Unidos e estará disponível apenas em inglês (não haverá serviço de tradução ou legendas).
Fonte: RCC Brasil

Papa: preservar a paz, chega de guerras!


Cidade do Vaticano (RV) – O primeiro compromisso do Papa nesta quinta foi a celebração da missa na capela da Casa Santa Marta. Em sua homilia, o Pontífice deu destaque ao sofrimento de tantos povos castigados pelas guerras promovidas pelos poderosos e pelos traficantes de armas.
 
De modo especial, falou de três imagens presentes na Primeira Leitura, extraída do Livro do Gênesis: a pomba, o arco-íris e a aliança.
“A aliança que Deus faz é forte – comentou – mas como nós a recebemos e a aceitamos é com fraqueza. Deus faz a paz conosco, mas não é fácil preservá-la”. “É um trabalho de todos os dias, porque dentro de nós ainda existe aquela semente, aquele pecado original, o espírito de Caim que por inveja, ciúme, cobiça e desejo de dominação faz a guerra”. Francisco observou que, falando da aliança entre Deus e os homens, se faz referência ao “sangue”: “pedirei contas do vosso sangue, que é vida, a qualquer animal. E ao homem pedirei contas da vida do homem, seu irmão”. Nós, portanto, “somos custódios dos irmãos e quando há derramamento de sangue, há pecado e Deus nos pedirá contas”:
“Hoje no mundo há derramamento de sangue. Hoje o mundo está em guerra. Muitos irmãos e irmãs morrem, inclusive inocentes, porque os grandes e os poderosos querem um pedaço a mais de terra, querem um pouco mais de poder ou querem ter um pouco mais de lucro com o tráfico de armas. E a Palavra do Senhor é clara: ‘pedirei contas do vosso sangue, que é vida, a qualquer animal. E ao homem pedirei contas da vida do homem, seu irmão’. Também a nós, que parecemos estar em paz aqui, o Senhor pedirá contas do sangue dos nossos irmãos e irmãs que sofrem a guerra”.
Custodiar a paz, a declaração de guerra começa em cada um de nós
“Como proteger a pomba? Pergunta-se Francisco; “O que faço para que o arco-íris seja sempre um guia? O que faço para que não seja mais derramado sangue no mundo?”. Todos nós, reiterou, estamos envolvidos nisto. A oração pela paz não é uma formalidade, o trabalho pela paz não é uma formalidade. E relevou com amargura que a guerra começa no coração do homem, começa nas casas, nas famílias, entre amigos, e depois vai além, a todo o mundo. “O que faço, eu, quanto sinto no meu coração ‘algo que quer destruir a paz’?”
“A guerra começa aqui e termina lá. Vemos as notícias nos jornais e na TV... Hoje, muita gente morre e a semente de guerra que gera inveja, provoca ciúmes, a cobiça no meu coração é a mesma coisa do que a bomba que cai num hospital, numa escola, matando crianças- é o mesmo. A declaração de guerra começa aqui, em cada um de nós. Por isso, pergunto: “Como custodiar a paz em meu coração, em meu intimo, na minha família?”. Custodiar a paz, mas não só: fazê-la com as mãos, todos os dias. E assim conseguiremos fazê-la no mundo inteiro”.
A recordação do fim da guerra na lembrança do menino
“O sangue de Cristo – evidenciou – é o que faz a paz, mas não o sangue que eu faço com o meu irmão” ou “o que fazem os traficantes de armas ou os poderosos da terra nas grandes guerras”. Francisco relatou um episódio pessoal, de quando era criança, sobre a paz:
“Recordo quando começou a tocar o alarme dos Bombeiros, depois nos jornais e na cidade... Isto se fazia para atrair a atenção para ou fato ou uma tragédia, ou outra coisa. E logo ouvi a vizinha de casa chamar minha mãe: ‘Senhora Regina, venha, venha!’ E minha mãe saiu, assustada: ‘O que aconteceu?’ E a mulher, do outro lado do jardim, disse: ‘A guerra acabou!’, chorando.
Francisco recordou o abraço das duas mulheres, o pranto e a alegria porque a guerra havia terminado. “Que o Senhor – concluiu – nos dê a graça de poder dizer: ‘Terminou a guerra’ e chorando. ‘Acabou a guerra no meu coração, acabou a guerra na minha família, acabou a guerra no meu bairro, acabou a guerra no meu trabalho, acabou a guerra no mundo’. Assim serão mais fortes a pomba, o arco-íris e a aliança”.

 
Copyright © 2015 RCCPIAUÍ - Renovação Carismática Católica do Piauí. Desenvolvido por Ministério de Comunicação Social