DESTAQUES

sexta-feira, 11 de maio de 2012

ERCOM Nordeste envia carta aberta à RCC do Brasil

Até o final de 2012, todas as regiões do Brasil devem realizar o encontro

Do Portal RCCBRASIL, adaptado


Entre os dias 28 e 30 de abril, aproximadamente 45 membros do Ministério de Comunicação Social dos estados do Nordeste estiveram reunidos para o Encontro Regional de Comunicadores, ERCOM em Natal/RN. Rio Grande do Norte, Piauí, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Bahia e Paraíba estiveram representados.

O ERCOM Nordeste foi primeiro a se realizar no Brasil. Todas as regiões do Brasil deverão fazer o Encontro até o final deste ano.  Após o encontro, uma carta aberta foi redigida. Leia abaixo o texto na íntegra:



Arquidiocese de Natal/RN, 30 de abril de 2012, um dia após a Festa do Bom Pastor



À RCC de todo o Brasil, América Latina e quem desta tiver ciência



Dos dias 28 a 30 de abril de 2012, servos do Ministério de Comunicação Social da RCC de todo o Nordeste estiveram reunidos para se colocarem à escuta do Senhor no primeiro Encontro Regional para Comunicadores da RCC do Brasil. Um momento profético e muito aguardado pelo Movimento.

Certamente falar da importância deste Ministério para nosso Movimento far-se-ia redundante, pois bem sabemos que a RCC não é projeto humano, mas sim do Senhor nosso Deus, inspirado pelo Espírito Santo para difusão e promoção da Cultura de Pentecostes. Nessa direção, o próprio Espírito vem dando ousadia aos comunicadores de todos os cantos desse continental país para a partir de uma efusão sem igual, proporcionar a todos os brasileiros um encontro pessoal com Jesus e anunciar o Seu senhorio, dizer que Ele nos ama e que por Sua misericórdia volta Seu olhar divino para todos que mesmo não se reconhecendo merecedor são alcançados por suas Graças.

O processo de comunicação, na dimensão humano-espiritual, somente é possível porque Ele quis, e isso é fato. Ao longo da história da humanidade, Ele falou à criatura diretamente, comunicou-Se por meio dos profetas, usou anjos como mensageiros e para anunciar por completo Seu plano de salvação falou ainda por meio do Seu Filho. Hoje, a comunhão com o Senhor se dá por meio da sua Palavra Santa e em vários momentos da nossa vida cristã, em comunidade. Agora, o extraordinário continua acontecendo, Deus nos fala, inspira-nos pelo seu Santo Espírito e o faz pela dádiva dos dons e carismas dado a nós gratuitamente. Isso porque Ele assim o quer.

Oração e silêncio. Eis a convocação para os comunicadores do Nordeste. Tais práticas subsidiarão os ministros a estarem no serviço revestidos da unção que vem do alto para, a partir dela, agir no que é desejo do Senhor para o Grupo de Oração: espaço de vivência de uma prática salvívica mediada pelo encontro pessoal com Deus, aquele que é Pai, Filho e Espírito Santo.

Sobre tudo isso, Deus lembrou aos participantes do ERCOM que Ele faz do Nordeste, onde sangue já fora derramado, um novo território. E não parou por aqui. O Senhor veio nos falar de obediência no serviço e nos lembrou do que diz São Paulo aos Felipenses: “(Jesus) em tudo foi obediente ao Pai: Sendo Ele de condição divina, não se prevaleceu de sua igualdade com Deus, mas aniquilou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e assemelhando-se aos homens. E, sendo exteriormente reconhecido como homem, humilhou-se ainda mais, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz. Por isso Deus o exaltou soberanamente e lhe outorgou o nome que está acima de todos os nomes. (cf. Fl 2, 6-9)”.

Cremos que tal exortação não seja apenas para o Ministério de Comunicação Social, mas para todos nós que fazemos a RCC nos mais diversos lugares do mundo. Especificamente, o Espírito Santo nos revelou também que “da mesma forma que Ele fez surgir do rebento de Jessé um estandarte para todos os povos (cf. Is 11,10) também fará jorrar de todos que saíram do ERCOM rios de água viva que se estenderão aos estados, dioceses e grupos de oração”.

Os desafios para esse desaguar se tornam concretos. Muitos ainda se encontravam perdidos na atuação do Ministério, pois como mesmo o Senhor revelou havia existência do “medo da missão, do compromisso, de enfrentar os desafios, de que a graça aconteça e não estar preparado”. Só que a fidelidade de Deus para conosco é para sempre, meus amados! Diante desse medo o Senhor nos convocou e renovou nosso chamado para assumirmos o ministério, uma vez que Ele nos promete estar junto de nós, mesmo que nos sintamos sozinhos. Intimou-nos a por o pé na estrada. Garantiu-nos a Sua piedade como resposta. Disse-nos: “Encontrem-me no silêncio. No âmago do seu coração, Eu mostrarei o caminho. A minha piedade é a solução para o seu nada. Eis que formo entre esses Estados do Nordeste, profetas!”.

Consideramos como amor e cuidado tal exortação. Palavras de encorajamento para “pessoas que chegaram cansadas ao Encontro”. Apascentar-se e deixar-se ser apascentado não é de hoje. O Senhor tem nos preparado para este momento já há alguns anos. Ele foi agindo para que pudéssemos reconhecê-Lo como Senhor; convocando-nos a reconstruirmos a RCC e nós entendemos que a Renovação Carismática é cada uma de nós, pois não existe Movimento sem pessoas. Sabemos de igual modo que o MCS é estratégia de Deus para esta reconstrução. Fomos convidados a proclamar a Palavra e lançar as redes para o local que Ele mesmo indicou. É fato, o Senhor tem nos apascentado irmãos. Ele tem cuidado de nós. Primeiro queria falar e esperava de nós uma resposta. Se é Ele o Senhor da messe, fomos escutá-Lo. E o Senhor falou, falou com os comunicadores do Nordeste. Reafirmou-nos que estará conosco.

O nosso coração se encheu de alegria quando por meio do Conselho Nacional da RCC representado por Aldir Paulino, presidente do Conselho Estadual da RCCRN nos mostrava um livro a ser escrito e que tinha poucas páginas e precisava ser concluído. Assim, nos disse o Senhor que reescrevia uma nova história para o Ministério no Nordeste.

O Senhor Deus é fiel. Temos por todo o NE agora, muito mais que comunicadores, temos amigos. Irmãos. Vivemos agora ainda mais uma fraternidade, presente de Deus. A barreira geográfica foi quebrada. Estamos juntos não foi fácil. Não foi. Foi o próprio Deus que combateu por nós.

Concluímos destacando a atuação em nosso favor daquela que foi a primeira cristã, a primeira missionária e que sem dúvida queridos, com o seu sim, ajudou-nos no nosso. Foi ela que durante toda a preparação do evento nos valeu. Estivemos sempre sob a poderosa intercessão de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil.

Ráurison Ribeiro, o filho do Altíssimo
Articulador Regional Nordeste do MCS Brasil e Coordenador Estadual do MCS na RCCPI

Georgina Amália Nascimento
Coordenadora Estadual do MCS na RCCAL

Jardel Menezes
Coordenador Estadual do MCS na RCCBA

Giancarlo Souza
Coordenador Estadual do MCS na RCCPB

Alessandra Borges
Coordenadora Estadual do MCS na RCCPE

Jorge Correia Jr.
Coordenador Estadual do MCS na RCCRN

Airton Rocha
Coordenador Nacional da Rede de Comunicação do MCS

Postar um comentário

 
Copyright © 2015 RCC PIAUÍ - Renovação Carismática Católica do Piauí. Desenvolvido por Ministério de Comunicação Social