DESTAQUES

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Cateequse na JMJ


Unção, amor ao sacerdócio, amor à juventude, amor a Deus... 
Aprendemos no primeiro dia de catequese, em uma das paróquias da arquidiocese metropolitana do Rio de Janeiro com dom Irineu Roque Scherer, bispo diocesano de Joinville/SC, com a pregação “sede de esperança, sede de Deus” que a fé é extremamente necessária para que os jovens possam enfrentar os problemas do novo milênio.
O bispo começou sua fala pedindo a um jovem que fizesse a leitura da história de Patrícia, jovem, bonita, de condição financeira confortável que se tornou dependente química, contraiu Aids e antes de morrer deixou uma carta para os jovens de todo o mundo.

Fomos levados a refletir sobre possíveis fatores que levam os jovens ao uso de drogas como método para fugir da realidade. Muitos jovens hoje em dia não dispõem de uma vivencia familiar saudável, outros tantos tem dificuldades em conseguir emprego, manter estudos ou mudam de cidade para garantir um futuro profissional, o desânimo, a desilusão viram suas companhias frequentes.

No entanto D. Irineu falava da importância das obras de misericórdia, do jovem que vai ao encontro das necessidades do povo, Deus em primeiro lugar sempre; Ele é a nossa salvação, acreditemos na força da oração que provém do coração e adoremos ao nosso Deus com gestos de amor concreto.
“Basta um irmão para termos Jesus do nosso lado,” diz o bispo, o nosso próximo também é nossa família, pois convivemos com eles e devemos amá-los, conduzindo-os aos braços do Pai. Sejamos agentes de mudança em nossa sociedade. Para isso é preciso viver a espiritualidade que não se resume a orações faladas, mas a obras de misericórdia que são expressão do amor ao próximo. Jovens, vivam as obras de misericórdia, o caminho estreito!

Postar um comentário

 
Copyright © 2015 RCC PIAUÍ - Renovação Carismática Católica do Piauí. Desenvolvido por Ministério de Comunicação Social