DESTAQUES

sábado, 9 de maio de 2015

Maria, um exemplo de mãe. Homenagem da RCC Piauí às mães.

Deus concedeu à mulher a graça de gerar o milagre da vida. Da mesma forma, o Senhor elegeu Maria, mas para gerar a vida eterna, a Salvação e, por conseguinte, ser mãe de todos os viventes. Por isso, Nossa Senhora é o ícone da maternidade, do amor terno e zeloso inerente a todas as mães. Maria é o colo materno por excelência.

São Francisco de Assis encontrou em Dona Pica a face de Maria. Foi ela um de seus impulsos para ser pássaro de Deus e voar ao encontro do Crucificado. Os escritos de Francisco contam que, no início, ele costumava chamar Deus de mãe, porque da mesma forma o amor que o unia à Dona Pica era inexplicável e grandioso.

A maternidade é a plenitude da feminilidade, ou seja, todas as mulheres são chamadas a desfrutarem dessa missão, sendo mãe de sangue ou mãe espiritual. As mães devem ser Maria na vida dos filhos, introduzindo-os no caminho do bem, ensinando o Evangelho e induzindo à missão. Espelhadas em Nossa Senhora, as mães encontram a força, a perseverança e o amor para educar seus filhos para crescerem em estatura e graça diante de Deus e do mundo.


Maria guiou Jesus desde a infância, apresentando-o no Templo, passando no seu primeiro milagre em Caná, e esteve inabalável aos pés da Cruz e até mesmo no Pentecostes, firme em oração com os apóstolos. Maria fez parte do ministério de Cristo, sempre. Se para o Filho de Deus, a presença de Maria foi fundamental, para toda humanidade ela também deve ser espelho, principalmente para as mães, que carregam na herança espiritual os doces e firmes traços Marianos.











Parabéns a todas as mães, pedaço de Maria nas nossas vidas!
Viva as mães! Viva Maria, mãe de todos nós!

Ministério de Comunicação Social

Postar um comentário

 
Copyright © 2015 RCC PIAUÍ - Renovação Carismática Católica do Piauí. Desenvolvido por Ministério de Comunicação Social