DESTAQUES

terça-feira, 8 de março de 2016

Parabéns, Mulher!


Nesta terça-feira (08), celebramos o Dia Internacional da Mulher. Aproveitamos essa oportunidade para agradecer a Deus pela sua infinita bondade em pensar, criar e dar para o mundo a presença feminina, que por onde passa, deixa marcas de suas virtudes e do amor maternal do Senhor por cada um dos seus filhos.
A origem desse dia é marcada por reivindicações e pela luta das mulheres por seus direitos sociais, em um contexto histórico que mostrava a falta de entendimento quanto à participação da mulher na sociedade, que atualmente ainda é sentida e constante.
Mas, nesse dia 08 de março de 2016, queremos destacar outra luta, tão intensa e vivida por muitas mulheres espalhadas pelo mundo. Luta que Teresa D’Ávila, Catarina de Sena, Clara de Assis, Elena Guerra, entre muitas outras mulheres viveram: a santidade no ordinário da vida. Não diferente dessas, também as mulheres dos dias atuais são chamadas à santidade, à escuta e obediência da vontade do Senhor. Nas diversas situações vemos a luta da mulher para fazer a vontade de Deus, sejam nas obrigações de casa, nas dificuldades encontradas no emprego, na difícil tarefa de educar os filhos, no marido ainda com coração endurecido e nas inúmeras outras dificuldades enfrentadas diariamente. O nosso agradecimento é para todas essas que tornam as coisas comuns do dia-a-dia, oportunidades para estarem mais perto de Deus e na sua vontade.
Na Carta as Mulheres escrita por São João Paulo II, no ano de 1995, o papa destacou que o melhor exemplo, para a vivência do dom de ser mulher é a Virgem Maria, modelo de fé e santidade: “ A Igreja vê, em Maria, a máxima expressão do ‘gênio feminino’  e encontra n'Ela uma fonte incessante de inspiração. Maria definiu-Se  ‘serva do Senhor’ (cf. Lc 1, 38). (...)Pondo-Se ao serviço de Deus, Ela colocou-Se também ao serviço dos homens: um serviço de amor. Este mesmo serviço permitiu-Lhe realizar na sua vida a experiência de um misterioso, mas autêntico ‘reinar’. Não é por acaso que é invocada como ‘Rainha do céu e da terra’. O seu reinar é servir! O seu servir é reinar.”
Mais que outra coisa, esse é um dia para elevar a Deus a nossa gratidão pelo dom com que Ele presenteou à humanidade. Cheia de virtudes e impelida ao amor, a mulher é na família, igreja e sociedade, presença insubstituível e enriquecedora no processo humano, e nesse dia, mais que todos os outros, queremos demonstrar a gratidão pela presença que, na história das gerações humanas, foi e é canal da graça de Deus em cada um dos seus atos.
Ainda na Carta, São João Paulo II recorda o papel insubstituível da mulher, e usar desse agradecimento é a forma mais acertada para nesse dia se dirigir a essa importante presença no mundo:
“Obrigado a ti, mulher-mãe, que te fazes ventre do ser humano na alegria e no sofrimento de uma experiência única, que te torna o sorriso de Deus pela criatura que é dada à luz, que te faz guia dos seus primeiros passos, amparo do seu crescimento, ponto de referência por todo o caminho da vida.
Obrigado a ti, mulher-esposa, que unes irrevogavelmente o teu destino ao de um homem, numa relação de recíproco dom, ao serviço da comunhão e da vida.
Obrigado a ti, mulher-filha e mulher-irmã, que levas ao núcleo familiar, e depois à inteira vida social, as riquezas da tua sensibilidade, da tua intuição, da tua generosidade e da tua constância.
Obrigado a ti, mulher-trabalhadora, empenhada em todos os âmbitos da vida social, econômica, cultural, artística e política, pela contribuição indispensável que dás à elaboração de uma cultura capaz de conjugar razão e sentimento, a uma concepção da vida sempre aberta ao sentido do ‘mistério’, à edificação de estruturas econômicas e políticas mais ricas de humanidade.
Obrigado a ti, mulher-consagrada, que, a exemplo da maior de todas as mulheres, a Mãe de Cristo, Verbo Encarnado, te abres com docilidade e fidelidade ao amor de Deus, ajudando a Igreja e a humanidade inteira a viver para com Deus uma resposta ‘esponsal ‘, que exprime maravilhosamente a comunhão que Ele quer estabelecer com a sua criatura”. (Carta do Papa João Paulo II às Mulheres, 29/06/1995)
Louvado seja Deus pela sua presença na vida da Igreja e em nossas famílias. Parabéns mulher e um feliz dia 08, 09, 10, 11 de março, abril, maio e junho... Afinal, todo dia é dia de louvar e bendizer a Deus por tamanho dom que é a vida de cada uma de vocês, todos os dias foram feitos para você.

Que a Virgem Maria, exemplo de mulher, interceda para que o Espírito Santo seja derramado de forma especial nesse dia sobre cada mulher, fazendo com que a santidade, desejada por Deus para a vida de todas, as façam mais Teresas, Catarinas, Claras e Elenas dos dias atuais.
Fonte: RCCBrasil

Postar um comentário

 
Copyright © 2015 RCC PIAUÍ - Renovação Carismática Católica do Piauí. Desenvolvido por Ministério de Comunicação Social